domingo, 2 de setembro de 2007

Nova espuma de raivosos... perdão, nova indignação com caricaturas de Maomé

Caricatura de Lars Vilk

SUÉCIA
Caricatura de Maomé volta a gerar polémica

Seguiram-se mais manifestações de raiva e ódio de quem não entende o que é liberdade de expressão e confunde um país com a sua imprensa. Por quanto tempo teremos de andar a pôr paninhos quentes no relacionamento com geste dessa?

7 comentários:

Pequena Papoila disse...

É muito complicado, aliás, eu diria mesmo impossível, dado que essa gente é de um radicalismo tão extremo e feroz, que não existem "paninhos quentes, nem frios" que nos valham, pois qualquer tipo de diplomacia ou entendimento consensual com radicais islâmicos será certamente, uma perda de tempo!

E, pelo poder das armas, também não se chega a lado nenhum, pois a violência gera mais violência - um verdadeiro caos; até por que, para eles a vida não tem grande valor (aquelas mentes estão totalmente imbuídas e distorcidas por mentores, com uma visão completamente fanática da religião que professam; acreditando piamente, que morrendo pela causa, ou infligindo sofrimento e morte aos que não pensam como eles, irão para o Paraíso e, dessa forma, puderem usufruir dos favores de não sei quantas virgens - serão 70 (?!) - fica a minha dúvida, é como eles vão dar conta de tantas)! :)

Que Allah e o seu profeta Maomé os iluminem, mas para praticarem o bem, como seja a generosidade, tolerância e muito mais...

Pedro disse...

Pois, Áurea, mas a mim preocupa-me mais os "cavalos de Tróia" que por cá - Europa - temos do que os de lá...

Sérgio Aires disse...

Oras! Este Maomé não merece outra coisa. Um teimoso. Até as montanhas é que tinha que ir ter com ele...

Sininho disse...

Para dizer a verdade, a caricatura não tem pilhéria nenhuma...
Só serve mesmo para espicaçar aquelas mentes tapadas, sem que daí resulte algo positivo.
Não devem tardar por aí os nossos cavalinhos do berloque, a relinchar de indignação.

Esclarecimento à Áurea: são 72...
Mais duas para "aviar"...

Pequena Papoila disse...

Pedro,

Preocupam-me todos: os de lá, mas também - é claro - muito especialmente os de cá, que se encontram infiltrados entre nós, - como a lenda do Cavalo de Tróia - muito deles exercendo profissões ligadas à área científica, outros ainda, como estudantes notáveis das melhores academias europeias e americanas. Só me admira é que gente com formação académica superior, sendo que alguns deles possuem mentes brilhantes (mas pelos vistos distorcidas) tenham depois "vistas tão curtas"; se calhar é por falta do conhecimento das filosofias ocidentais - que ajudariam muito, na minha modesta opinião - conjugadas com as filosofias orientais a terem uma visão mais ampla e universal/humanista. Penso que eles serão recrutados pelos radicais, levando posteriormente uma grande "lavagem ao cérebro" pelos ditos acima, se bem que muitos deles já vêm com formação adquirida nas tais "Madrasssas ou Madrasah" escolas onde desde muito pequenos aprendem o islão fundamentalista.

Obrigada Sininho, pelo esclarecimento! ;) Só duvido é que eles "aviem 70, quanto mais 72" se calhar só com "Viagra, Sexual Power"", mas mesmo assim, continuo céptica. Como é que eles vão nessa, é que eu não sei! Enfim... Patranhas... É o que é. :))

Pequena Papoila disse...

Ah! E já agora, quero informar que estou inteiramente de acordo com o comentário da Sininho, que foi feito com muito discernimento e, com um leve toque de sarcasmo acutilante - que lhe é tão peculiar - e, depois tem a vantagem de numa curta escrita, dizer tudo! É o tal poder de síntese, que muitas vezes me falta. :P

Pedro disse...

Tenha cuidado, Áurea, que isso de roubar virgens aos muçulmanos pode ser complicado...

Sérgio, resta saber se a montanha irá apenas parir um rato.

Sininho
Ainda bem que há pessoas atentas como tu a reivindicar as virgens para os ditos-cujos. Até que enfim que vejo alguém "who really cares!"