domingo, 13 de maio de 2007

Porque hoje é domingo...

AQUI e AGORA

Estou tentando captar a quarta dimensão do instante-já.

Meu tema é o instante? Meu tema de vida. Procuro estar a par dele, divido-me milhares de vezes, em tantas vezes quanto os instantes que decorrem, fragmentária que sou e precários os momentos – só me comprometo com a vida que nasça com o tempo e com ele cresça: só no tempo há espaço para mim.

Domingo é o dia dos ecos – quentes, secos, e em toda a parte zumbidos de abelhas e vespas, gritos de pássaros e o longínquo das marteladas compassadas – de onde vêm os ecos de domingo? Eu que detesto domingo por ser oco.

Nada existe de mais difícil do que entregar-se ao instante. Esta dificuldade é dor humana. É nossa. Eu me entrego em palavras e me entrego quando pinto.

Clarice Lispector


5 comentários:

cristina ribeiro disse...

A Vida é feita de todos os "aqui e agora",desde o exacto instante em que fomos concebidos;depois,ao longo do tempo que temos pela nossa frente,tenhamos a sabedoria de lhes dar um sentido,por palavras,por gestos,por convicções que vamos acarinhando e defendendo daqueles que querem destruir aquilo em que acreditamos,e pelas quais temos de lutar;senão, não vale a pena:é porque temos "a alma pequena".

Pedro disse...

"E tudo vale a pena quando a alma não é pequena" já dizia aquele sobre o qual hei-de fazer um post não sobre poesia ams sim sobre política: Fernando Pessoa

Sininho disse...

E no entanto toda a vida é feita de instantes.
Quem não consegue entregar-se a um instante, vai passando, simplesmente, não vivendo.

Pequena Papoila disse...

Cada momento deve ser vivido como se fosse o último - Carpe diem.
Depois ficarão as boas ou más memórias do tempo que passou, sem ser em vão, porque foram vividos os momentos com emoção, quando houve entrega no seu todo! Reconheço porém, quão difícil poderá ser essa entrega ao instante, devido ao sofrimento, dúvidas e receios que lhe são inerentes e muito próprias do ser humano, porém, quando tudo isto se sobrepõe e prevalece não deixando que se vivam os instantes que poderão ser de grande felicidade, ficará o vazio e a frustração, porque a felicidade é feita de bom senso, mas também de pequenos e belos instantes!

Pedro disse...

Sininho

Pois é, o problema é que os instantes voam e muitas vezes não nos damos conta.

Áurea
A própria felicidade é um mero instante ou a ilusão dele.