sexta-feira, 15 de junho de 2007

Urge a Revolução!

Um grupo de cidadãos ontem cumpriu um desígnio verdadeiramente cívico: a luta contra as filas de espera para comprar bilhetes para um espectáculo. Onde já se viu, já não bastavam as filas de espera nos hospitais, nos tribunais e agora até os teatros têm esse incómodo, com a agravante de o "utente" ter de pagar o bilhete por inteiro - ao contrário do que acontecia na sábia gestão camarária, em que ninguém precisava de enfrentar filas para comprar bilhetes para os maravilhosos espectáculos que lá tinham lugar, como na maior parte das vezes nem bilhete precisavam de comprar, pois audiência em geral era constituída por um público muito bem formado e bem preparado de convidados.
Até o mundo do espectáculo os cafres do capitalismo invadiram? Urge a Revolução! Subsidiados e convidados de todo o mundo, uni-vos!

4 comentários:

cristina ribeiro disse...

Esteve bem! :)

Pequena Papoila disse...

Ora pois, quanta ironia contida neste texto e que muito me apraz; e, assim sendo, aproveito o ensejo para dar o meu singelo contributo sarcástico! ehehe

Pois é, foi mesmo uma grande maçada ou chatice (?) se calhar as duas coisas, para estes utentes que tiveram de esperar em longas filas, apenas para verem um espectáculo especial! Ainda se fosse umas filazitas para comprar géneros alimentícios, ainda se compreendia, agora um musical do La Féria (?!) que produz espectáculos culturais (de gosto duvidoso, para uma certa elite de intelectuais subsídio/dependentes) e muito comerciais para um determinado segmento de público, menos ecléctico, porém bem genuíno! É mesmo um grande desaforo... e como sou revolucionária vou-me juntar ao pessoal do contra (informação) para fazer uma baderna!

Pedro um bom fim-de-semana e os Parabéns pelo "prémio dos tomates"!
Pois não é qualquer blogue cujo dono (ou donos) independentemente de ser masculino ou feminino que tem "tomates" ou seja, coragem e frontalidade para chamar aos "bois pelos nomes" - claro que esta expressão é apenas uma metáfora, e sem ofensa para ninguém! ;)

Sininho disse...

Viste, viste?
A Áurea também achou o galardão bem atribuído...
Ainda me fazem ir ao Porto para rever este espectáculo que, quando era nova, vi num palco de Paris.
Música espectacular!
E sendo encenado por quem é, só pode ser bom.
Que se danem os meninos do contra.

Pedro disse...

Obrigado, Cristina. :)))

Áurea e Sininho ainda iremos ver muita tomatada aqui e em outros locais, não faltem tomates nem a quem os dedicar...

Áurea: "filazitas para comprar géneros alimentícios"? Isso faz-me lembrar alguma coisa. Será uma alusão sarcástica aos gloriosos tempos da cortina de ferro? Acho muito mal, essas filas eram apenas para travar os ímpetos consumistas das pessoas e combater a obesidade que infelizmente abundam na nossa sociedade capitalista!

Sininho
Se vieres cá ao Porto avisa as tropas para prepararmos a fanfarra e o foguetório.